DES-encontro

>Foi como jamais eu imaginei… Foi!
O que tinha que ver no MEU mercado? O que tinha que falar na MINHA banca?
Era o inferno que eu preferia, certamente… Nem as piores coisas da vida até hoje me fariam perceber o quão ruim era ouvir aquela voz de novo, aquele barulho da mesma moto, a mesma cor, as mesmas roupas e sim, eu acho que era crocs…
Ah infeliz! Infeliz de mim que ainda tenho que passar por isso.
Pressão desgraçada, porque você não me ajuda nessas horas? O tempo alivia umas dores, mas a idade ajuda a não esquecer com as suas mazelas!
Será que era isso um teste? Teste daqueles que ninguém imagina? Se for, estou completamente reprovada.
Porque essas linhas ainda precisam se cruzar se andam em paralelo sempre? Porque então não se afastam? Por quê?
Quisera eu ter recursos bastantes e aniquilar com essa dor que me vem diretamente.
As nossas almas são opostas, nós somos opostos, totalmente sem conexão.
Faça o que quiser fazer, mas me deixe comigo, me deixe comigo, me deixe comigo, me deixe comigo…
ME DEIXE!!!
Ah, e eu ainda consigo ver aquela leve pitada de arrogância, como lhe era peculiar e ainda lhe conferia um tom todo sedutor num texto que me foi enviado com a ‘aparente’ melhor das intenções…

Deixo vocês, caros amigos, com o texto bonzinho e arrogante que me foi enviado, com a intenção de dizer “Eu te desculpo, sua FRACASSADA”.

O MAIS IMPORTANTE

Provavelmente você estará atravessando longa faixa de provações em que o ânimo quase que se lhe abate.
Crises e problemas apareceram.
Entretanto, paz e libertação, esperança e alegria dependem de sua própria atitude.
Se veio a colher ofensa ou menosprezo, você mesmo pode ser o perdão e a tolerância, doando aos agressores o passaporte para o conhecimento deles próprios.
Se dificuldades lhe contrariaram a expectativa de auto-relização, nesse ou naquele sentido, a sua paciência lhe fará ver os pontos fracos que precisa anular a fim de atingir a concretização dos seus planos em momentos mais oportuno.
Se alguém lhe impôs decepções, o seu entendimento fraterno observará que isso é uma benção de vida imunizando-lhe o espírito contra a aquisição de pesados e amargos compromissos futuros.
Se experimenta obstáculos na própria sustentação, o seu devotamento ao trabalho lhe conferirá melhoria de competência e a melhoria de competência lhe elevará o nível de compensações e recursos.
Se você está doente, é a sua serenidade, com a sua cooperação, que se fará base essencial de auxílio aos médicos e companheiros que lhe promovem a cura.
Se sofre a incompreensão de pessoas queridas, é a sua bondade, com o seu despreendimento, que se lhe transformará em arrimo para que os entes amados retornem ao seu mundo afetivo.
Evite as complicações de rebeldia e inconformidade, ódio e inveja, egoísmo e desespero que apenas engrossarão o seu somatório de angústia.
Mudanças, aflições, anseios, lutas, desilusões e conflitos sempre existiram no caminho da evolução. Por isso mesmo, o mais importante não é aquilo que aconteça e sim o seu modo de reagir.

André Luiz
(“Na Era do Espírito”, 22, edição GEEM)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s