Someone…

>Começo o dia me perguntando como outras pessoas conseguem simplesmente virar a nossa vida de ponta-cabeça e tão de repente, aliás…
Como nós estamos fáceis, frágeis, voláteis, pequenos, ‘amassáveis’… Como acordamos e dormimos diferentes.
Até ontem eu era outra pessoa e agora eu me sinto completamente diferente… Um “transformer”.
Como alguém, sem perceber, muda a nossa vida de rumo e faz a gente querer uma coisa só… e só uma coisa pra sempre… até morrer. É como o efeito do LSD…
E quando você nunca soube o que era sentir ou ter ou ser, as coisas só vão acontecendo e você percebe que o que parecia faltar pra você se sentir completa, aparece na sua frente e diz: “Oi, tudo bem?”. Assim, sem mais.
Não deveria ser tão agradável, ao menos assim seria mais fácil me abster disso tudo.
Agora (mais uma vez) eu carrego um fardo e uma frustração na minha cabeça e no meu coração. Confesso que este coitado, está cansado de bater em função dessas ‘pieguices’ assim como eu estou cansada de cair nessas armadilhas que me desgraçam toda noite antes de (depois de muito batalhar) conseguir dormir.
Nos meus sonhos, e só nos meus sonhos isso funcionou. Malditos sonhos que me fizeram acreditar.
E as estrelas são as testemunhas oculares do quanto eu queria que fosse verdade!

E mais uma vez a Regina Spektor me leu em um trecho de suas músicas…

“You are my sweetest downfall
I loved you first
Beneath the sheets of paper lies my truth
I have to go
Your hair was long when we first met”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s