Do Motorista que nasceu sabendo dirigir…

Ele, o divertido dono da loja mais descolada da cidade, olhava todos os dias o sol da manhã pela vidraça da loja que iluminava tudo! Sempre atencioso, cuidava para que todos que fossem à sua loja tivessem a melhor impressão. Como seria diferente com ela? A moça que ía todos os dias comprar sorvetes e revistas… Quieta e sem atrativos, ela fazia questão de passar sem ser notada.

Até um dia em que ela chegou na loja em pânico, falando palavras sem conexão alguma. Pediu uma água, pediu um cigarro, sentou num banquinho próximo ao caixa, onde estava o dono, que, vendo tal situação, se aproximou da moça e perguntou o que acontecera de tão grave para que ela ficasse daquele jeito. A moça, assustada, respondeu: “Estou fazendo aulas para Licença de motorista e deixei o instrutor com o carro lá fora…” Ele olhou pela vidraça e avistou de longe o carro com o tal instrutor esperando por ela, já mais calma depois de um cigarro.

Até aí, nada diferente, mas o que lhe causava tanta curiosidade era o motivo pelo qual a garota se encontrava naquele estado… Sendo assim, ele voltou a perguntar: “O que exatamente aconteceu para que você ficasse assim, tão nervosa?” Ela, nervosa, respondeu: “Eu não aguento as pessoas me dando ordens, me dizendo como agir, o que fazer, como fazer como se todos estivessem certos e eu errada, completamente errada… Agora, por exemplo, esse instrutor imbecil acha que eu não tenho iniciativa ao dirigir. Acredita que eu não vou passar no exame e por isso fica me desestimulando, me deixando mais insegura ainda, como se a minha forma de dirigir estivesse errada. Mas eu preciso ir devagar, não posso simplesmente dirigir, eu ainda estou aprendendo e ele, esse infeliz, está sendo pago pra me ensinar mesmo.” De fato, a moça deixou todos da loja assustados com a forma desesperada que falou. Então, depois que todos voltaram para suas compras, o dono da loja respirou fundo e resolveu falar dizendo que ela não resolveria nada com todo aquele pânico, e tentou acalmar a moça.

Então, quando ela já estava aparentemente calma, o homem lhe disse que ele mesmo havia nascido sabendo dirigir e que nunca tivera problemas com essa prática. Que desde quando pegou na direção do seu primeiro carro já sabia exatamente o que estava fazendo. Obviamente a moça não acreditou e rapidamente montou a sua cara de espanto mais espantosa… Depois disso ela riu, achou a história absurda e engraçada e pediu licença para ir continuar sua fatídica aula.

O homem lhe chamou ainda uma vez e acabou por lhe falar: “Você precisa ser mais ousada, ter mais iniciativa, ter coragem de fazer o que deve ser feito… Não vá com calma demais, não tenha medo.” Ela olhou pra ele, sorriu ainda tímida e antes de sair da loja, agradeceu!

Era outra pessoa quando entrou no carro… Sentia-se confiante, sentia-se ousada, firme e cheia de coragem. Então, depois que o instrutor prendeu o cinto de segurança ela respirou fundo e olhou só para a frente.

Pisou no acelerador e foi… Foi tão rápido que acabou por bater contra a vidraça da loja mais descolada da cidade!

Anúncios

One thought on “Do Motorista que nasceu sabendo dirigir…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s