Da arte de influenciar pessoas na web

conteudo-webNunca a reputação de uma marca esteve tão facilmente exposta à influência alheia quanto nestes tempos conectados em que vivemos. E por “marca” não nos limitemos a entender só empresas comerciais. O que somos nós, internautas, senão marcas em exposição nesta imensa vitrine virtual que é a web? Monitorar a reputação online de sua marca (pessoal ou comercial, tanto faz) é só o ponto de partida para gerenciá-la.

O passo seguinte é conseguir o engajamento de “influenciadores” na sua promoção e divulgação. Influenciadores são aquelas pessoas com grande poder de formação de opinião junto aos seus segmentos e seguidores. Não precisam necessariamente ter uma grande quantidade deles, mas são capazes de impulsionar – ou de esmorecer – a trajetória de uma marca a partir de seu posicionamento perante ela.

A empresa norte-americana Traackr, especialista em monitoramento de influência na web, acaba de categorizar estes influenciadores em dez perfis distintos, apontando suas características e a melhor estratégia para conquistar seu engajamento. O estudo foi traduzido para o português pela empresa de consultoria em Comunicação e Marketing Tracto, de São Paulo, e é este gráfico que Tendências publica nesta página.

Perfis

De acordo com a categorização da Traackr, os tipos influenciadores podem ser agrupados em 10 perfis: A Celebridade; A Autoridade; O Elo de Ligação; A Marca Pessoal; O Analista; O Ativista; O Expert; O Informante; O Agitador; e O Jornalista. No Brasil, os dois territórios em que eles mais atuam são as redes sociais e os blogs.

“Antes de qualquer outra coisa é preciso ter em mente que hoje é necessário dar a mesma importância a estes formadores de opinião que se dá à imprensa”, afirma o diretor de Content Marketing da Tracto, Cassio Politi.

“Por quê, historicamente, as marcas temiam a imprensa? Porque são os jornalistas que formam a opinião pública. Acontece que a imprensa não ocupa mais sozinha este patamar. E é aí que entram os influenciadores”, completa Cassio.

Além dos perfis, o estudo aponta três características da influência de cada um deles a serem levadas em consideração: o Alcance (o tamanho da audiência); a Ressonância (a força do engajamento); e a Relevância (ajuste ao contexto).

Se você recorre a um influenciador “Celebridade”, por exemplo, sua marca vai ganhar em alcance (será vista por uma quantidade maior de pessoas), mas certamente a Celebridade lhe dará muito pouca relevância.

Já quando o influenciador é um “Ativista”, sua marca pode até não alcançar uma grande quantidade de views, mas o que ela perde em quantidade ganha – e muito – em qualidade, uma vez que terá altos índices de ressonância e de relevância.

Confira infográfico:

Dez-faces-da-influencia

Com informações do Jornal O Povo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s